Empreendedorismo

Como realizar a transição de funcionário para empreendedor de forma correta e gradativa

Cada vez mais as pessoas estão sendo “contaminadas” com o vírus do empreendedorismo, eu vejo isso como positivo, pois são essas pessoas que irão fazer a diferença em suas comunidades e em nosso país, ou seja, são elas o futuro de um mundo melhor.

A maioria das pessoas são “infectadas” após ver uma oportunidade de negócio e logo começam a trabalhar por aquele sonho, nesse meio termo, elas começam a ficar desmotivadas com o seu emprego e é nesse momento em que você precisa ter bastante cautela.

Ao iniciar o seu projeto, é natural que toda a sua motivação vá para o desenvolvimento da sua ideia, e assim naturalmente o seu emprego vai se tornando monótono e sem graça. Mas antes de tomar a decisão de pedir demissão do seu cargo, tenha paciência e faça essa transição de funcionário para empreendedor de forma consciente e gradativa.

Realizando esse transição, pode ser que por um certo período de tempo você possa trabalhar exaustivamente para conseguir manter alinhado o seu lado funcionário e o seu lado empreendedor, mas por outro lado você aumenta drasticamente as chances de se obter sucesso em seu novo negócio, além também de não passar por dificuldades financeiras, pois pode ser que o seu negócio demore algum tempo para começar a gerar lucro.

Abaixo segue algumas dicas para que possa lhe ajudar a realizar essa transição de forma correta e responsável, e assim criar o seu negócio de forma estruturada:

1. Encontre sua paixão

Se você já identificou uma boa oportunidade, ou a sua paixão, muito bem! Caso contrário, faça uma análise dos segmentos em que você mais gostaria de atuar. É importante ser realista, veja os setores em que suas habilidades e pontos fortes podem ajudar você a conquistar o sucesso, pois inicialmente você será praticamente um faz tudo do seu negócio.

2. Não seja tão sonhador

Mais uma dose de realismo. Você deve desenvolver um produto ou serviço que chame a atenção das pessoas. Lembre-se: sem clientes, não há como obter receitas. E, consequentemente, seu negócio irá à falência.

3. Valide sua ideia

Este é um dos pontos mais importantes, você precisa descobrir se, realmente, sua ideia é viável. Para isso, você precisa validar seu negócio, conversando com seu público-alvo e apresentando amostras do seu negócio. Você pode realizar essas pesquisas nos finais de semana, nos períodos de folga, através da internet, ou até mesmo no seu próprio serviço.

Nessa pesquisa, é bem possível que uma parte do seu projeto mude, pois o que você pensou pode ser diferente do que o mercado está demandando, neste momento ajuste o que for preciso e siga em frente.

Teoria: Quando Henry Ford disse ao seu público-alvo que iria criar uma máquina motorizada que iria substituir os cavalos, os seus possíveis consumidores repudiaram a ideia, pois os clientes acreditavam que eles precisavam de cavalos mais potentes e não de maquinas motorizadas. No caso da máquina motorizada, a chamaram de, carro. Você já deve ter visto algum por aí…

As vezes também é preciso seguir a sua intuição, pois pode ser que somente você está enxergando aquela grande oportunidade.

4. Desenvolva seu plano de negócio e de marketing

Agora que você já possui a sua ideia validada, é hora de criar um modelo de vendas. Desenvolva um plano de negócio, que deverá mostrar um planejamento para a sua empresa no médio prazo. Nele, você tem que mostrar como você quer ganhar dinheiro. Ou seja, se vai apostar em vendas diretas, pagamentos mensais ou receitas vindas de anúncios, dentre muitas outras formas de monetização.

Planeje também uma estratégia de marketing, nela você precisa colocar o quanto pretende gastar e onde investir esse dinheiro. Em quais canais de comunicação usará para atingir os seus clientes e como será a sua forma de comunicação.

5. Tenha dinheiro

Todo negócio é preciso que se invista alguma quantia em dinheiro para que as coisas aconteçam, bem como de capital de giro, que é a grana que você vai usar para pagar as contas da empresa enquanto ela ainda não gera faturamento.

Neste momento você percebe o quanto é bom se manter em seu emprego atual, pois você pode investir em seu negócio com o seu próprio dinheiro, sem depender de capital externo, como empréstimos bancários ou de investidores. Por isso, tamanha importância de realizar essa transição de forma gradativa.

6. Comece devagar

Não arrisque tudo logo de primeira, como sair do seu emprego. Monte uma equipe enxuta e de confiança e então comece a operar o seu negócio, aos poucos tudo vai ganhando forma gradativamente. Vá recebendo feedback dos seus clientes e veja como a empresa se comporta e vá ajustando no caminho tudo o que for preciso para que o seu negócio possa decolar.

Esteja presente no seu negócio sempre que possível, lembre-se nesse momento de transição você irá trabalhar bastante. Se possível, faça uma negociação com o seu emprego para que você possa mudar o seu expediente, assim você pode trabalhar na parte da manhã em seu negócio e então na parte da tarde e anoite trabalhar no seu emprego. Todo o esforço nesse momento inicial é válido, faça sacrifícios!

8. Esse é o momento de se demitir

Se você chegou até aqui, você está realizando a sua transição de forma correta e gradativa. Então agora é o momento de você analisar o seu negócio e ver se esse é o momento de abandonar o seu emprego ou não.

Para isso, analise primeiro se o seu negócio está gerando lucros e se ele está crescendo. Com os lucros gerados é possível fazer uma retirada mensal? Isso não afetará a saúde financeira do negócio? Ele está em constante crescente? Se você estiver de acordo com tudo isso, parabéns você pode chegar no seu chefe e dizer a tão esperada frase: Eu me demito! E então focar integralmente em seu negócio e fazer com que ele cresça ainda mais…

Mas se na sua análise, tenha pontos duvidosos, espere mais para se demitir, faça uma nova análise e caso o negócio não esteja sendo viável, talvez seja a hora de abandonar o projeto e partir para um novo. Desta vez será tudo mais fácil, pois agora você sabe fazer a transição de funcionário para empreendedor sem comprometer o seu bolso e sem passar por crises.

Load More In Empreendedorismo

Deixe uma resposta

About me


Oi, meu nome é Yuri Novaes e acredito que o empreendedorismo pode transformar não só o mundo em um lugar melhor, mas também a sua vida para melhor!

#HardWork

Pesquisar

Instagram

[instagram-feed num=9 cols=3]